<$BlogRSDUrl$>


A postura de lótus (padmasana) na meditação. 

Se considerarmos que o grande objectivo do Yôga é atingir o estado de meditação, acho muito importante que durante a prática se exercitem também as articulações e musculos responsáveis pelo padmasana... É uma postura essencial pois ao permitir o apoio dos joelhos e da base da coluna permite uma maior estabilidade, fundamental para a meditação...

A vossa prática inclui mudras?

Comentários:
(se não se quiser registar escolha o modo anónimo e pode assinar no próprio comentário)


No ano passado fui a um workshop de yoga e lá fizemos exactamente isso! Exercitámos joelhos, adutores e tornozelos, alongando bem e no final já ia um bocadinho mais além no padmasana.
É um asana muito difícil, em especial para os homens, porque têm, em geral, menos flexibilidade; se este tipo de alongamentos fosse feito com regularidade a evolução na postura seria muito maior.
Concordo plenamente com a importância da insistência neste asana... eu próprio já senti dificuldade na meditação e no pranayama por não conseguir manter muito tempo o asana, tendo que optar por variantes. Os dois professores que tive até hoje dizem até que a prática dos outros asanas tem também por objectivo fortalecer o corpo de forma a conseguir fazer o padmasana, mantendo uma postura corporal correcta para uma boa respiração.
 

Sim, nas aulas tentamos posicionar correctamente as mãos e dedos (mudras), e os olhos (dristhi), embora nunca tenhamos explorado muito estes campos.
Pessoalmente, confesso que nem sempre deposito a atenção necessária nos mudras porque, para já, ainda fico demasiadamente concentrado no mais essencial e básico: a respiração e os bandhas.
Yoga é união, por isso, nenhuma parte do nosso corpo deve ser esquecida; a consciência deve ser máxima, ou seja, os mudras são também muito importantes. Aqui ficam uns links de sites com imagens de mudras e mais informação, embora algum possa não estar directamente ligado ao yoga:
» http://www.innerhappiness.com/AMtour1.html «

» http://www.salves.com.br/kunmud.htm «

» http://www.grandefraternidadebranca.com.br/mudras.htm «
 

http://www.naveblog.blogger.com.br
se espaço é ótimo!
 

Muito bons os links que voces deixaram!!

Por vezes é realmente dificil concentrar em tudo.... respiração, asana, bandhas, fixação ocular, mentalizar a vocalização do OM (manasika)... Por incrivel que pareça, há sempre espaço para nos concentrarmos em mais qualquer coisa (com muita persistencia, claro)!
Por vezes quando pratico mantra dhyana verifico que apesar de estar concentrada na vocalização, há espaço para o pensamento se dispersar (continuando a vocalização simultaneamente)!!
 

Já que falaste em Bandhas, quais é que utilizam? Em que circunstancias especificas?
 

Os bandhas que eu uso durante os asanas e alguns exercícios respiratórios são os três básicos, embora existam mais.
É o jalandhara bandha (base do pescoço), o uddiyana bandha (estômago) e o mula bandha (períneo). Situam-se em três dos chakras.
Nem sempre consigo manter a concentração em todos eles, e não sinto que seja imperativo conseguir fazê-los assim. Os bandhas surgem involuntariamente e se não surgirem penso que não é importante estar em esforço a tentar fazê-los.
Quando surgem naturalmente, e ajudando depois com a concentração, é quando sinto a verdadeira energia que eles podem proporcionar.
 

Por vezes, em algumas posturas e em alguns exercícios respiratórios, faço também o jihva bandha (pressionar a língua contra o palato, ou seja, contra o céu da boca).
Este nome foi a Andreia que me ensinou... não sei é se o escrevi bem :)
Quando se pesquisa na net é frequente encontrar os nomes em sânscrito escritos de maneiras diferentes... fica-se sem saber qual a correcta.
Já agora, se alguém souber de um site com dicionário Sânscrito-Português, dava jeito :)
 

Gostaria de dizer que "Mudrás" feitos a rigor ou seja apenas com as mãos, é caracteristico dum yôga tântrico e muitas dasvezes um anga estranho.
No entanto, mudrás bem vivenciados, proporciona uma identificação maior com a origem do yôga. Estes podem ser Reflexológicos, Simbólicos ou Magnéticos.

Abraços a todos os yôgins
SwáSthya!
 

Em relação ao Lótus, o meu professor sempre referiu que quem não conseguisse fazer o Badhakónasana a chegar com os joelhos aos chão dificilmente conseguiria executar o Padmasana correctamente. Ele tb refere que a maioria das lesões que ocorrem com practicantes de yoga é ao nível das articulações dos joelhos, pq quando tentam executar o Padmasana em vez que trabalhar a zona da virilha, tornozelo e por fim o joelho,fazem ao contrário. Forçam os ligamentos dos joelhos e pronto...desde essa dica que ele me deu, que trabalho o Badhakoasana regularmente( com discos de 10 kg, mas sem forçar )e o que noto é que realmente o trabalho tem de ser ao nível das virilhas e depois sim a flexibilidade dos tornozelos e joelhos.

Abraço

Ricardo
 

Clique aqui para comentar






This page is powered by Blogger. Isn't yours?