<$BlogRSDUrl$>


Yoga e Desporto 

O yoga é, sem dúvida, uma das mais completas actividades porque abrange várias vertentes do ser humano, entre as quais a vertente física.
Embora não seja um desporto na acepção mais comum da palavra, o yoga proporciona a nível físico uma boa preparação. Mas se olharmos para o yoga como um caminho na evolução física (não é só física mas também), talvez seja bom admitir que o yoga pode não dispor de todas as ferramentas necessárias. Lida esta frase fora deste contexto pode soar a “heresia” a qualquer yogui, mas penso que é exactamente por o yoga ser bastante completo que por vezes pode haver a tendência de não praticar mais nada.
Há milhentas actividades físicas e cada uma delas, com as suas características, tem a sua “verdade” e as suas vantagens. Cada qual foca uma determinada capacidade do ser humano, seja a força, a agilidade, a impulsão, a resistência, a concentração, a capacidade respiratória, etc. Uma pessoa que pratique yoga só tem a ganhar se praticar outros desportos, e aqueles que o ajudem mais no seu desenvolvimento pessoal. Desenvolvimento este que não é só físico, porque o desporto para além de ter a componente “competição” que não está presente no yoga (pelo menos não da mesma forma), poderá ter outras componentes bastante saudáveis e motivadoras tais como o divertimento e recreio, o trabalho em equipa ou até formas particulares de contacto com a natureza.
Gostava de salientar uma actividade que penso ser uma enorme aliada do yoga no desenvolvimento dum corpo forte e saudável. A musculação é uma forte arma no combate à fragilidade e desequilíbrio musculares e tem até validade terapêutica no âmbito da fisioterapia. Quando falo em musculação não me estou a referir ao culturismo, sendo este último uma actividade que visa a hipertrofia constante e consequente aumento muscular, através do aumento progressivo da carga. Tudo depende da carga e do número de repetições.
A natação, o atletismo (para citar apenas alguns clássicos), enfim… há actividades com enorme valor no desenvolvimento pessoal; e embora o yoga seja de facto uma actividade muito completa, não substitui todas as outras em tudo.
Por isso, tento pôr esta minha opinião em prática, aliando à minha prática de yoga todos os desportos que consigo experimentar (incluindo os radicais), mantendo sempre que possível, uma prática regular (2 ou 3 vezes por mês cada) de musculação, atletismo, natação e ciclismo (indoor).
Ainda falando em complementos ao yoga, e para aqueles que usam o yoga como terapia (anti-stress ou outras), há outras actividades também de origem oriental, que nada têm de transcendental ou mágico e que podem trazer excelentes resultados, tais como o shiatsu, a osteopatia, etc… mas isso fica para outro post.

Comentários:
(se não se quiser registar escolha o modo anónimo e pode assinar no próprio comentário)


Clique aqui para comentar






This page is powered by Blogger. Isn't yours?