<$BlogRSDUrl$>


Poder sobre a mente: yoga nos exames 


"Os jovens têm ideia de que o yoga é uma prática parada e, por isso, pouco atractiva, mas normalmente quando experimentam ficam surpreendidos pelos resultados e tendem a continuar", disse a responsável, referindo os efeitos ao nível da redução do stresse e da ansiedade. Segundo Catarina Ferreira, serão ensinadas "pequenas técnicas que ajudam a controlar certos bloqueios e a ansiedade na hora do exame
".

Pode ler esta notícia aqui.

Comentários:
(se não se quiser registar escolha o modo anónimo e pode assinar no próprio comentário)


sofro de uma doença que muitas pessoas em todo mundo tem, mas que n quere ter consciência de que a tem, ou simplementes acham que não é possivel eles próprios terem, FOBIA SOCIAL....este é o meu desespero e o meu maior medo..apenas uma pessoa na minha vida sabe que tenho...uma amiga, considero irmã do coração e pelo destino somos colegas de trabalho e só em outubro do ano passado tive coragem de lhe contar. Bem eu sou seguida por uma neurologista, tenho de tomar um cvonjunto de medicamentos por dia e sem eles não consig ter uma vida mais ou menos normal....mas em algumas situações os pensamentos negativos e a ansiedade é de tal forma que não me consigo controlar, simplesmente perco a vontade imediata de ingerir o q quer que seja...o meu nível de resperição acelera e o meu ritmo cardiaco dispara..sempre tive uma curiosidade e interesee sobre o yoga, tenho livros, leio artigos e tal como a minha amiga, somos muito viradas para o lado espiritual. Já frequentei aulas de yoga, mas por apenas 2 meses...pois n tive oportunidasde de continuar. A minha pergunta verdadeira é o Yoga no meu caso ode ser considerado com uma terapia complementar a minha patologia? peço ajuda aos entendidos para me responderem.
 

Olá e bem-vinda. Se eu fosse seu médico receitava-lhe já uma prática intensiva de yoga :) Como não sou médico, não se trata duma receita mas apenas duma humilde opinião muito pessoal, enquanto praticante de yoga, e enquanto ser humano.
A máquina humana nem sempre funciona bem. Quando a fragilidade é física, a mente é arrastada e fica mais inquieta. Quando a fragilidade é mental (ou emocional), o corpo ressente-se. Independentemente da causa inicial que conduziu a esta espiral, que até pode parecer irreversível aos olhos do próprio, penso que é importante fortalecer ambos; corpo e mente.
Com uma prática de yoga dedicada e sem pressas poderá tornar o seu corpo mais saudável e tranquilizar a mente. Se se sentir um pouquinho melhor no fim de cada aula será uma vitória, e poderá canalizar esse prazer e essa força para o seu dia-a-dia. Embora o yoga não seja tudo, penso que pode ajudar bastante, até no controlo das emoções.
Boa sorte!
(apaguei o seu comentário no outro post porque estava repetido)
 

Clique aqui para comentar






This page is powered by Blogger. Isn't yours?